Aviso Semanal – 03

semanal

A semana
Acabaram as promessas de campanha e os planos pré-administração na maior economia do planeta, a partir de agora o presidente Trump começa a governar efetivamente e com suas medidas concretizar mudanças que afetarão de fato a economia não só americana com em todo planeta, em especial a cotação do dólar frente às demais moedas.
De início ele retirou oficialmente os EUA da Parceria Trans-Pacífico e passou a implementar o Plano Ryan que tem como objetivo principal o protecionismo dos produtos fabricados por empresas americanas que gerarem empregos em seu território.
Para compensar os custos de importação para as empresas americanas que fabricam produtos fora do país para em seguida trazê-los de volta para vender aos americanos o Plano Ryan deve pressupor um dólar mais forte para sua viabilização.
Isto é só o começo da nova administração, mais medidas virão, a despeito de hoje os EUA representarem em torno de 20% de todo comercio mundial sua economia e sua moeda tem muita relevância e acabam afetando diretamente as demais economias.
No cenário Brasil o momento é de expectativa diante das mudanças que ocorrerão dentro do contexto econômico global. A princípio a disposição protecionista de Trump não é uma boa notícia para o país.

 

Juros
Demorou mas enfim os gestores de política econômica brasileira estão conseguindo perceber os benefícios da redução da taxa básica de juros, se não mudou ainda a retomada do crescimento ao menos trouxe expectativas melhores para o futuro.
Expectativa para a semana: Continuidade da queda, agora mais moderada, em toda curva futura de juros

 

Câmbio
Diante do exposto acima a tendência e de valorização da moeda norte americana frente ao real, mesmo com toda disposição explícita do Banco Central do Brasil em levar a cotação a níveis mais baixos.
Expectativa para a semana: Semana fechando em R$ 3,17/3,21 por dólar

 

Bolsa de Valores
Beneficiada pela continuidade dos aumentos de preços das commodities, em especial do minério de ferro, o Ibovespa seguiu se valorizando até próximo dos 65.500 pontos. Mais do que nunca é preciso observar em que medida as decisões do governo Trump irá afetar a cotação do dólar, as taxas de juros americanas e consequentemente os preços das commodities.
Expectativa para a semana: 64.500/65.500

 

“A maior recompensa do nosso trabalho não é o que nos pagam por ele, mas aquilo em que ele nos transforma.” John Ruskin

 

*As opiniões aqui contidas são pessoais e não representam recomendação de compra ou venda de ativos financeiros. Desta forma, os autores estão isentos de quaisquer responsabilidades sobre as decisões de investimentos tomadas por seus leitores.
O Aviso em Dois tem como finalidade a troca de ideias, informações e conhecimentos técnicos com os leitores e participantes do mercado financeiro.

About

Economista e Palestrante. CEO do Portal Aviso em Dois e do Projeto Arrisque

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *