Aviso Semanal – 27

semanal

A semana: A semana que se inicia, mesmo curta no principal mercado em função do tradicional feriado americano, Dia de Graças, onde o mercado por lá acaba não trabalhando na quinta e sexta feira, a expectativa é que os sinais de ambiguidade e desencontros continuem produzindo volatilidade nas principais praças financeiras.

A insegurança gerada pelo atentado em Paris e suas consequências econômicas parece que ainda não foram avaliadas devidamente pelos mercados.
Enquanto o Banco Central americano insiste em seu discurso, agora mais soft, de aumentar a taxa de juros ainda neste ano o BCE através de seu presidente Mario Draghi deixou claro na ultima sexta feira que esta preparando uma gama completa de estímulos para combater a inflação baixa e impulsionar a economia europeia. Como poderá o FED subir os juros com outros bancos centrais injetando mais recursos?
A divulgação do PIB americano na terça feira pode ser um ótimo indicador dos efeitos de um dólar alto e suas consequências econômicas para os EUA.
No Brasil depois de uma semana de importante vitória para a economia com a manutenção no congresso dos vetos presidenciais, que caso fossem derrubados poderiam gerar gastos ainda maiores e aumentar o déficit público a semana que entra deve continuar de otimismo nos mercados de juros e câmbio. O destaque fica por conta da reunião do Copom que termina na quarta feira onde a manutenção da taxa básica de juros em 14,25% é aguardada.

 
Juros: Com o ajuste econômico caminhando para superar as dificuldades encontradas no congresso nacional o caminho para a queda da taxa de juros já no início de 2016 estará se consolidando de vez. A manutenção da taxa de juros e calmaria do dólar deve ditar o ritmo das taxas de juros
Expectativa para a semana: Continuidade do movimento de queda em toda a curva

 
Câmbio: Quando jornalismo econômico busca no mercado começa a buscar justificativas infundadas para justificar movimentos é sinal que não estão dando entendimento razoável para o que de fato está acontecendo, o esgotamento da força altista da moeda norte americana frente ao real. Assim, a continuidade da queda deve continuar prevalecendo.
Expectativa para a semana: R$ 3,65/3,75 para o fechamento da semana

 
Bolsa de Valores: Mesmo mais suscetível aos movimentos do mercado internacional a Bovespa deve suportar com mais vigor as possíveis realizações que os mercados internacionais devem realizar nesta semana. O movimento vendedor vem perdendo força com o passar do tempo.
Expectativa para a semana: 48.000/48.500

 

“No mundo dos negócios todos são pagos em duas moedas: dinheiro e experiência. Agarre a experiência primeiro, o dinheiro virá depois.” Harold Geneev

 

*As opiniões aqui contidas são pessoais e não representam recomendação de compra ou venda de ativos financeiros. Desta forma, os autores estão isentos de quaisquer responsabilidades sobre as decisões de investimentos tomadas por seus leitores.
O Aviso em Dois tem como finalidade a troca de ideias, informações e conhecimentos técnicos com os leitores e participantes do mercado financeiro.

About

Economista e Palestrante. CEO do Portal Aviso em Dois e do Projeto Arrisque

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *