Quilapayún

absolutamente-quilapayun-TNA-07

Vindo de um tempo remoto quase esquecido recebi um cd com os sucessos do grupo Quilapayún. Seria um grupo datado que só tem razão de ser em sua época que surgiu? Ou é uma simples lembrança guardada pela memória afetiva. Ou ainda se mantém atual.

Só para lembrar, o grupo Quilapayún, (palavra em língua mapuche, que significa Três Barbas) é um conjunto musical formado em Santiago de Chile em Julho de 1965 pelos irmãos Eduardo e Julio Carrasco com Julio Numhauser, como forma de inovação sonora para a música folclórica e popular latino americana.

Nos anos 60 do século passado surgiram artistas que reafirmaram a identidade hispano americano através de sua cultura. Podemos citar o próprio grupo Quilapayún, Mercedes Sosa, Violeta Parra, Atahualpa Yupanqui e outros tantos que surgiram.

Essa ideia de reafirmar a identidade hispânica não é nova é uma postura que surgiu na virada do século 19 para o 20 e que se seguiu por todo o século.

No século 19 os Estados Unidos numa política expansionista ocupa quase a metade do território do México, Cuba e Porto Rico. Neste mesmo século as colônias hispânicas se tornaram independentes e a ideia de nação e de identidade era muito forte. E diante do expansionismo americano muito se discutiu na época.  Dois grandes escritores surgem para contribuir com esse debate. O Uruguaio José Enrique Rodó autor de Ariel e o cubano Jose Marti autor entre outros escritos de Nuestra América.

Durante todo século 19 o modelo de democracia, de Estado e de Nação era a Europa. Com a eclosão da primeira guerra mundial a Europa passou a ser um exemplo de barbárie diante das atrocidades cometidas mais ainda, através da cultura, a hispano américa se voltava para si, para seus valores. As manifestações culturais de todas as formas passaram a ser sua identidade. Esse tipo de manifestação percorre todo século 20 e principalmente depois da segunda guerra mundial quando os Estados Unidos praticam a política de aliciar os países americanos.

E é diante dessa política americana que essas manifestações culturais passam a ter um significado importante.

O grupo Quilapayún, sobreviveu até o inicio deste século, a meu ver ainda é atual como são as manifestações culturais brasileiras como chorinho, musica cabocla e o samba. Vale à pena dar um escutada.

https://www.youtube.com/watch?v=_OcxipDA5Co

 

About

Jornalista cultural, tendo trabalhado nos principais veículos midiáticos nacionais e, durante 15 anos, chefiou a pauta e reportagem do programa Metrópolis da TV Cultura

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *