Golpe de Estado

ScreenHunter_5961-Jul.-03-04.06

Um piloto de avião me disse um dia que só se sabe para onde vai se souber de onde se vem isto me veio à mente quando abri o livro Golpe de Estado, dos autores Mylton Severiano e Pálmerio Doria. Dois jornalistas que juntos lançaram livros importantes sobre assuntos que a imprensa deveria cobrir e omite. Lançaram “Honoráveis Bandidos” e “O Príncipe da Privataria”.

Os jornalistas Palmério Dória e Mylton Severiano da Silva (que morreu antes de ver o livro lançado) recuperam histórias da época, muitos das quais eles mesmos participaram, como agentes ou testemunhas, algumas delas pouco conhecidas. Eles pesquisaram os fatos e entrevistaram outros jornalistas, políticos e personalidades que, assim como eles,viveram os fatos e sofreram suas consequências. É um livro reportagem.

É possível perceber que as razões para o golpe são as mesmas desde os anos 50. Uma cartilha da UDN- União Democrática Nacional criada para evitar a posse do Getulio, JK e impedir a posse do Janio ainda é utilizada nos dias de hoje. Que representa um pensamento pobre e desumano. As historias do passado serve para explicar o presente. Ao final dos 32 capítulos existe uma linha do tempo desde 1882, quando o Brasil rompe os laços com Portugal até 2015.

Para cada ano existe um levantamento de acontecimentos importantes. Entre esses está uma noticia de 1974 “policia paulista pega 300 garotos infratores, põe em um ônibus e os abandonam nus e espancados, alguns com fraturas, em Camanducaia, Minas”. Penso que isso não é diferente de reabaixar a maioridade penal. Fica a ideia de que não temos nenhuma responsabilidade sobre nossas crianças e adolescentes.

Para quem não tem ideia da nossa historia recente esse livro demonstra que só saberemos para aonde iremos se soubermos de onde viemos.

 

About

Jornalista cultural, tendo trabalhado nos principais veículos midiáticos nacionais e, durante 15 anos, chefiou a pauta e reportagem do programa Metrópolis da TV Cultura

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *