Ornette Colemam

Photo by Greg Cristman | www.gregCphotography.com

Quem é Ornette Colemam que morreu na ultima quinta feira aos 85 anos?

É difícil falar sobre esse saxofonista que surpreendeu o jazz nos anos 50 com um som estranho. Podemos dizer que ele surpreendeu tanto quanto o Bebop nessa época. Dizer que ele foi revolucionário é pouco já que virou o jazz de cabeça pra baixo. O som parece ir para todos os lugares e para lugar nenhum. Era um momento de liberdade total de criação.

Sua primeira gravação ”Somethig Else!”, com o quinteto formado por Don Cherry no trompete, Walter Norris no piano, Dom Payne no baixo e Billy Higgins na bateria e Ornette no sax, será uma poucas vezes em que utilizarão o piano. Por mais de 30 anos deixou o piano de lado nas suas apresentações e shows.

Essa liberdade, essa experimentação sonora vai marcar dois grandes nomes do jazz, John Coltrane e Sony Rolins. A partir dai não há limites para criar.  A partir de então passa a ser conhecido como o pai do free jazz. Para Ornette Collemam mais importante que a melodia é o envolvimento entre os músicos onde nenhum instrumento se submete a outro e não há limites para improvisar. Convém lembrar que o improviso é a característica marcante do jazz que nesse momento foi levado ao extremo.

Quem ouve Ornete Colemam pela primeira vez acha difícil acompanhar sua musica e então a melhor maneira é se deixar levar pelos improvisos.  Numa mesmice imposta pela indústria cultural vale dar uma ouvida no Colemam é exercitar a sensibilidade pelo que se acha estranho.

About

Jornalista cultural, tendo trabalhado nos principais veículos midiáticos nacionais e, durante 15 anos, chefiou a pauta e reportagem do programa Metrópolis da TV Cultura

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *