Indicadores Econômicos – EUA

729163_69445788

O Federal Reserve (Fed), banco central americano, atualmente vive um dilema de quando deve retomar a “normalidade monetária” e assim aumentar os juros da economia. O debate tem sido intenso, argumentos para o quando esta retomada deve ser realizada estão presentes em todos os momentos atuais.

 

Veja abaixo uma descrição dos principais indicadores:

The Employment Report

Divulgado na primeira Sexta-feira do mês O Employment Report é um relatório completo sobre emprego, divulgado todo mês pelo Departamento de Trabalho norte-americano. Ele é dividido em duas partes. A primeira estima a taxa de desemprego (unemployment rate), através de uma pesquisa feita em quase 60.000 residências. A segunda parte consiste numa pesquisa realizada em cerca de 375.000 empresas. Ela produz vários índices importantes: o número de empregos gerados na economia excetuando-se agricultura e pecuária (nonfarm payrolls), a média de horas trabalhadas por semana (average workweek), e a média de ganhos por hora (average hourly earnings). O Employment Report é um dos indicadores mais importantes da atividade econômica nos EUA. Ele é muito utilizado pelo mercado financeiro – em especial o índice nonfarm payrolls.

 

Retail Sales

Divulgado aproximadamente na metade do mês O Retail Sales é um relatório que mede as vendas totais do mercado varejista, ou seja, vendas diretas ao consumidor. As variações na receita são muito acompanhadas pelo mercado, pois estão intimamente ligadas ao consumo. Um aumento da receita pode ser um indício de aquecimento na economia, assim como uma diminuição pode indicar um desaquecimento. No entanto, esse índice não engloba o setor de serviços. Muitos analistas desconsideram a receita de venda de automóveis, pois ela tende a variar muito de mês para mês, utilizando o índice ex-autos. O Retail Sales é divulgado todos os meses pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

CPI (Consumer Price Index)

Divulgado aproximadamente na metade do mês CPI é um índice de preços ao consumidor, calculado pelo Departamento de Trabalho norte-americano. Ele mede o custo de uma cesta pré-definida de bens e serviços. O CPI é largamente utilizado pelo Governo dos EUA. O CPI pode ser muito influenciado por variações nos preços de alimentação e energia. Como estes preços são muito voláteis, criou-se uma variação do CPI, também largamente utilizado como medida de inflação. É o Core CPI, que exclui os custos de alimentação e energia. O Core CPI é o indicador de inflação mais acompanhado pelo mercado financeiro.

 

Employment Cost Index

Divulgado no final do mês posterior ao trimestre Este índice trimestral é calculado pelo Departamento de Trabalho norte-americano. Ele mede o custo da mão-de-obra, sendo muito utilizado pelo mercado como um indicador de inflação. Caso o custo de mão-de-obra aumente em determinado trimestre, por exemplo, isso pode ser um indício que os empregadores repassarão estes custos a seus produtos e serviços, pressionando a inflação para cima.

 

PPI (Producer Price Index)

Divulgado aproximadamente no 10o dia do mês O PPI é um índice de preços no atacado, ou seja, preços cobrados pelos produtores. calculado pelo Departamento de Trabalho norte-americano. Depois do CPI, este é o índice de preços mais acompanhado pelo mercado. Uma variação deste índice, também largamente utilizada por economistas, é o Core PPI. O Core PPI não leva em consideração os preços de energia e alimentos, que são considerados muito voláteis. Através deste índice, portanto, pode-se ter uma idéia mais realista da inflação.

 

NAPM Index (National Association of Purchasing Managers Index)

Divulgado no 1o dia útil do mês O NAPM (National Association of Purchasing Managers) faz parte de um relatório abrangente, que mede o nível de atividade industrial nos EUA. O índice é composto por sub-índices, que levam em consideração os seguintes fatores da indústria norte-americana: número de pedidos, produção, emprego, número de entregas e estoques. Cada um desses itens tem um peso relativo no índice final. O NAPM é muito importante devido à sua abrangência, e é divulgado todo começo de mês pela Associação de Executivos de Compras dos EUA.

 

Durable Good Orders

Divulgado no final do mês Esse índice mede o volume de pedidos e entregas de bens duráveis. É uma medida, portanto, do nível de atividade industrial na economia. Um número crescente de pedidos indica que o setor industrial está aquecido. O Durable Good Orders é calculado pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

GDP (Gross Domestic Product)

Divulgado no fim do mês posterior ao trimestre GDP é a sigla em inglês para Produto Interno Bruto. Ele é calculado pelo Departamento de Comércio norte-americano. O PIB mede todos os bens e serviços produzidos na economia em determinado período. Ele é formado por cinco componentes: consumo, investimento, gastos governamentais, nível de estoque e saldo de comércio exterior. O consumo representa quase 2/3 do PIB norte-americano, e é um dos componentes menos voláteis.

 

Consumer Confidence

Divulgado na última Terça-feira do mês (dados do mês corrente) Esse índice mede a confiança dos consumidores em cerca de 5.000 lares norte-americanos. Ele é dividido em duas categorias: situação econômica atual do país, e expectativa para o futuro. A primeira categoria representa 40% do índice, enquanto a segunda representa 60%. O relatório é produzido por uma organização sem fins lucrativos chamada Conference Board.

 

Initial Claims

Divulgado toda Quinta-feira (dados referentes à semana anterior) O Initial Claims mede o número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA. É um índice muito importante, pois dá uma boa idéia do nível de atividade econômica. Um número crescente de pedidos mostra que o desemprego está aumentando, o que provavelmente indica desaquecimento da economia. Um número de pedidos cada vez menor reflete baixo desemprego e um bom desempenho da economia, o que por outro lado pode trazer pressões inflacionárias. O Initial Claims é divulgado pelo Departamento de Trabalho norte-americano.

 

Personal Income

Divulgado no 1o dia útil do mês (dados referentes ao mês retrasado) Este índice mede a renda individual dos cidadãos norte-americanos. O Personal Income é produzido pelo Departamento de Comércio dos EUA, e leva em consideração os salários, rendas de aluguel, auxílios governamentais e renda financeira. O nível de renda é um bom indicador do consumo e conseqüentemente da atividade econômica no país.

 

Business Inventories

Divulgado na metade do mês O Departamento de Comércio mostra, todos os meses, o nível de vendas e estoques das empresas norte-americanas. Esse índice leva em consideração tanto o setor industrial como os setores de atacado e varejo.

 

Consumer Credit

Divulgado no 5o dia útil do mês (dados referentes ao mês retrasado) O FED divulga esse índice durante os primeiros dias de cada mês. O Consumer Credit mede, nos EUA, o total de crédito ao consumidor. O índice é divulgado muito tarde, por exemplo no começo de Setembro com dados referentes a Julho. Por esse motivo, os analistas não costumam dar muita importância ao Consumer Credit.

 

Treasury Budget

Divulgado na 3a semana do mês Os resultados fiscais do Governo norte-americano são divulgados no final de cada mês, pelo Departamento de Tesouro. É interessante analisar esses dados em base anual, comparando determinado mês com o mesmo do ano anterior, pois os resultados variam muito de mês para mês. Além disso, deve-se prestar muita atenção em Abril, pois é nesse mês que o Tesouro recebe os pagamentos de Imposto de Renda.

 

Productivity and Costs

Divulgado no começo do segundo mês posterior ao trimestre Esse índice mede a produtividade e os custos de mão-de-obra de toda a economia norte-americana, excluindo-se a agricultura e a pecuária. O estudo é feito pelo Setor de Estatísticas do Departamento de Trabalho norte-americano, e os dados são referentes a um período de três meses. Produtividade e custos de mão-de-obra são fatores determinantes na inflação.

 

Leading Indicators

Divulgado nos primeiros dias do mês (dados referentes ao mês retrasado) O Leading Indicators é um relatório que compreende vários índices já divulgados, como pedidos de auxílio-desemprego, custo de mão-de-obra, permissões para construção e etc. O relatório é produzido por uma organização sem fins lucrativos chamada Conference Board.

 

Beige Book (Summary of Commentary on Current Economic Conditions by Federal Reserve District)

Divulgado oito vezes ao ano O “Beige Book” (livro bege) é um relatório sobre a atualidade econômica norte-americana, publicado pelo FED. Os doze Federal Reserve Banks, os bancos centrais regionais, coletam informações sobre a situação econômica de suas áreas de atuação. Essas informações provêm de relatórios elaborados por bancos e entrevistas com economistas, analistas financeiros, acadêmicos e homens de negócio. O Beige Book reúne esse material, sendo dividido por regiões e setores da economia. Apesar de não expressar a opinião do FED, o Beige Book é importante, pois fornece informações sobre a atividade econômica regional.

 

Philadelphia FED Index

Divulgado na terceira Quinta-feira do mês Este índice é produzido pelo Federal Reserve Bank da Philadelphia. É uma pesquisa que mede o nível de atividade industrial nos EUA. Um índice igual a zero indica que a atividade industrial está estabilizada, enquanto um índice maior que zero significa que ela está em expansão.

 

University of Michigan Consumer Sentiment Index

Divulgado na quarta Sexta-feira do mês (dados do mês corrente) Esse índice mede a confiança dos consumidores na economia norte-americana, sendo dividido em duas categorias: situação atual e expectativas para o futuro. A pesquisa é conduzida pela Universidade de Michigan.

 

Housing Starts

Divulgado na metade do mês Housing Starts é nada mais do que o número de casas que começam a ser construídas, nos EUA, em determinado período. Um número crescente de casas pode indicar que a economia está aquecida. Quem calcula este índice é o Departamento de Comércio norte-americano.

 

Building Permits

Divulgado na metade do mês Este índice mostra o número de autorizações para construção imobiliária, em grande parte do território norte-americano. O calculo é feito pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

Industrial Production

Divulgado na metade do mês Este índice, produzido pelo FED, retrata a produção industrial norte-americana. A industria mineradora também é incluída no índice. Além do Industrial Production, o FED faz uma estimativa da capacidade industrial utilizada. Este índice é muito importante, pois pode ser uma estimativa de inflação futura. Uma indústria que opera em plena capacidade, por exemplo, não pode aumentar sua produção. Caso a demanda seja maior do que a oferta, o produtor poderia aumentar seus custos sem prejudicar suas vendas, o que pressionaria os índices de inflação para cima.

 

International Trade

Divulgado aproximadamente no 20o dia do mês (dados referentes ao mês retrasado) O Departamento de Comércio dos EUA divulga, todo mês, os resultados da Conta Corrente, incluindo a Balança Comercial – Importações e Exportações. Estes dados são importantes pois, aliados a outros indicadores, mostram o desempenho da economia em determinado período. Além disso, os resultados da Balança Comercial afetam a cotação do dólar frente a outras moedas.

 

New Home Sales

Divulgado no último dia útil do mês Esse relatório mostra o número de casas novas, construídas pela iniciativa privada, vendidas e postas à venda. É um indicador do nível de atividade do setor imobiliário, um setor importante dentro da economia. O New Home Sales é produzido pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

PCE (Personal Consumption Expenditures)

Divulgado no 1o dia útil do mês (dados referentes ao mês retrasado) O Departamento de Comércio norte-americano calcula, todos os meses, o nível de consumo individual nos EUA. O PCE é dividido em três categorias: bens duráveis, bens não duráveis e serviços. O consumo individual influencia fortemente a atividade econômica.

 

Existing Home Sales

Divulgado aproximadamente no 25o dia do mês Esse índice, divulgado pela associação norte-americana de corretores de imóveis, mede as vendas de casas usadas nos EUA. Associando-se o Existing Home Sales com o índice de vendas de casas novas (New Home Sales), pode-se ter uma boa idéia de como anda o mercado imobiliário norte-americano.

 

Wholesale Inventories

Divulgado aproximadamente no 5o dia útil do mês (dados referentes ao mês retrasado) Esse relatório contém informações sobre as vendas e os estoques do setor atacadista norte-americano. O estudo é preparado pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

Factory Order

Divulgado nos primeiros dias do mês (dados referentes ao mês retrasado) Esse índice mede o volume de pedidos, feitos à industria como um todo, de bens duráveis e bens não duráveis. O relatório sobre bens duráveis (Durable Good Orders) é divulgado anteriormente pelo Departamento de Comércio dos EUA, a mesma instituição que divulga esse relatório.

 

Construction Spending

Divulgado no 1o dia útil do mês (dados referentes ao mês retrasado) Esse índice mede os gastos públicos e privados em construção de imóveis. Os dados são divulgados pelo Departamento de Comércio dos EUA.

 

Site com divulgação imediata dos indicadores e a importância que representam:

 

 

About

Economista e Palestrante. CEO do Portal Aviso em Dois e do Projeto Arrisque

View all posts by

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *